quinta-feira, 3 de março de 2016

Podcast Post: Entrevista com o Podcast TPMCast

Hoje em mais um passo em nossa jornada para divulgar a midia Podcastal, convidamos Kelleni do TPMCast que com ajudas de suas Parceiras de guerra nos apresentar este projeto fantastico que nos mostra o mundo pela ótica feminina nesta nossa:



Entrevista com o Podcast TPMCast


Ultimo Podcast Lança:


4147ca3af8bf81f64b5d738c371bfecb_XL

11 - TPMCast - Jéssica Jones


Eduardo Cosso: Primeiramente, gostaria de saber como surgiu a ideia do TPMCast e até agora, se o resultado alcançado nesses meses de vida, é algo que vocês queriam ou ainda está faltando algo, para o projeto se tornar satisfatório para as participantes?


Kelleni:  Nós já fazíamos parte de um outro podcast chamado AlgumaCoisaCast, ainda fazemos na verdade kkkkk, mas sempre pensávamos em alguns temas que seria legal de falar, porém não conseguíamos encaixar com a galera toda, junto com o fato de que sentíamos falta de mais mulheres na podosfera, de mulheres falando na verdade, porque existem muitos podcasts que tem uma ou outra mulher, mas elas não participavam muito, e assim surgiu a ideia do programa, o nome surgiu de uma brincadeira sobre o piloto que a gente queria gravar e acabou ficando.


A nossa ideia era atrair o público feminino para o meio do podcast, mas fazendo uma coisa que servisse para ambos os sexos, falando sobre temas que as mulheres se identificassem, porém, os homens pudessem entender também, e acreditamos que estamos conseguindo seguir por este caminho, ainda temos muito a melhorar em termos técnicos, mas acreditamos estar no caminho certo.


EC: Como é feita a seleção dos temas de cada podcast? As pautas são feitas por todas ou tem alguém responsável por ela?


Kelleni:  Os temas são selecionados de acordo com o que a gente se identifica no momento, se algo está acontecendo em nossas vidas, ou se tem algo de muito polêmico acontecendo na mídia, acabamos optando por este tema. As pautas são feitas pela Kelleni pela Sally geralmente.


EC: Para a formação da equipe do TPMCast, como vocês se conheceram? Foi outros projetos, procuraram participantes, já eram amigas ou outra coisa?


Kelleni:  Nós já fazíamos parte do AlgumaCoisaCast, então já éramos amigas, outras participantes surgiram de amizades em grupos diversos, de jogos, livros, de música e Nerdsky essas coisas kkkk.


600x600bb


EC: Existiu a polêmica dos podcasts que usam termos machistas, sendo um podcast composto por meninas, você sofreram algum preconceito ou até agora?


Kelleni:  Por incrível que possa parecer, não. Nosso maior público inclusive é masculino, talvez até por nós falarmos sobre temas contra esse tipo de atitude, nós não recebemos nenhuma crítica preconceituosa até agora, e esperamos não receber hahahahaha.


EC: O público, tanto feminino como masculino, baixa e comenta o TPMCast, o que vocês acham desse fato? O que acham desse comportamento e porque não é todo podcast que tem isso ocorrendo?


Kelleni:  Acho que um dos motivos é porque tanto no Algumacoisacast, quanto no TPMCast nós tentamos sempre estar próximo dos nossos ouvintes, tentamos interagir o máximo que podemos, com grupos de whatsapp e no próprio podcast. Além disso somos mulheres, no nosso programa apenas mulheres falam, mas não somos mulheres falando sobre coisas apenas sobre mulheres, somos mulheres falando sobre as coisas da vida, coisas que são comuns tanto para homens quanto pra mulheres.


EC: A duração dos podcasts é pensada ou vai até o assunto ser esgotado? Existe algum limite de tempo para cada programa lançado?


Kelleni:  A gente tenta manter na faixa de 1:30 até 2:00, até por que o programa é mensal, mas acima disso, pensamos que já fique cansativo, inclusive na hora da edição kkkkkkkk.


EC: A mascote do podcast é uma menina com TPM, nos diga o porquê da escolha desse nome e quem criou a mascote?


Kelleni:  A Pamela surgiu de uma tentativa de gravar o nosso cast Piloto, utilizamos um programa de gravação chamado Pamela, e depois de mais de 1 hora de gravação descobrimos que ele tinha travado e não gravou tudo, no fim de tudo acabamos utilizando esse nome como uma piada interna, e hoje é ela quem separa os nossos e-mails kkkkkkkk. Quem deu cara e vida a nossa mascote foi o Olivier Markendor, nosso amigo e o dono do Portal Descolados, que é a nossa casa atual, onde fica o nosso site.


EC: O humor do TPMCast vem também por causa das participantes que estão de bom humor, existe alguma necessidade disso ou apenas é algo que aparece por causa das personalidades de vocês?


Kelleni:  Acredito que um pouco dos dois, somos todas amigas, e as vezes mesmo quando na nossa vida pessoal estamos mal, só o fato de estarmos juntas batendo um papo já dá uma animada. E varia conforme o tema também, alguns assuntos exigem uma seriedade maior e nesses casos, tentamos manter a linha um pouco mais sóbria, mas tentando manter a informalidade de uma conversa mesmo.


EC: O podcast é publicado pelo site descolados.com, qual é diferença principal do TPMCast com o AlgumaCoisaCast, além claro, dos membros do segundo, não ser composto só por mulheres


Kelleni:  Acredito que a principal seja a nossa intenção de trazer a opinião feminina sobre os temas que abordamos, o slogan do ACC é “um podcast sem compromisso”, para você ouvir para relaxar, se você aprender algo com a gente, será ótimo, mas se não aprender ótimo também, até porque o intuito é ouvir para se divertir. E sem contar a frequência de postagem, a TPM é uma vez por mês, já o ACC todos os domingos tem um novo Cast saindo.


EC: Vocês se consideram um podcast nerd ou apenas abordam assuntos que acham ser interessantes e relevantes? Qual é o público alvo, sem se importar qual o sexo dos ouvintes seja?


Kelleni:  Não consigo pensar no TPMCast sendo um podcast apenas nerd, mesmo que algumas das participantes se considerem Nerd, os temas que abordamos passam pela temática nerd, mas vão além disso, deixo pros ouvintes decidirem onde encaixar o nosso programa kkkkkkkk, digo isso porque temos um grande público nerd, mas mesmo assim atraímos a atenção de outras pessoas que não são tão ligadas ao meio nerd, e acredito que essa seja a nossa intenção, queremos falar pra quem quer nos ouvir, quem procura entender um pouco mais sobre o que as mulheres pensam, que vai muito mais além do que conversas no banheiro, maquiagem e beleza.


Agrecimentos especiais do Nerdópole a Equipe TPMCast que topou esta brincaidera.


tpmcontatos


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário