WHAT'S NEW?
Loading...

Podcast Post 033: Perfil Projeto X Podcast

Ola amigos, em nossa cruzada para conhecer novos podcasts descobrimos muitos "projetos" espetaculares (entendeu o trocadilho?) hoje apresentamos o Projeto X Podcast, para você que é fã saber um pouco mais e para você que não descobrir este magnifico site/podcast agora em:



Perfil Projeto X Podcast "clique aqui para visitar o Site"


1- Primeiramente, nos diga, de onde vieram os participantes do Projeto X, já gravaram juntos, como se encontraram e decidiram começar o podcast?


Todos nós tivemos experiências em outros sites, fóruns e grupos de internet e acabamos virando ouvintes e depois participantes de um mesmo podcast, com outras pessoas que gostavam de cultura pop japonesa. Com o tempo, vimos que a nossa sintonia era grande e que poderíamos montar nosso próprio projeto, onde poderíamos falar sobre qualquer coisa. Daí surgiu o Projeto X, já que não conseguimos encontrar um nome no começo e batizamos assim para nos planejarmos. O nome "pegou" e decidimos utilizá-lo como nome oficial.20150626_013200



2- Vocês se espelharam em algum podcast específico, quando tiveram a idéia do Projeto X?


Tudo vem de algum lugar e todos nós tivemos nossas referências na hora de decidir qual seria o formato do podcast. Decidimos usar formatos conhecidos na internet e que já davam certo. Não queríamos arriscar muito no começo, estávamos pensando mais em uma plataforma para podermos falar e opinar sobre todos os assuntos. Tentamos fazer algo mais flexível do que estávamos acostumados para que as temáticas que queríamos pudessem se encaixar.



3- como vocês escolhem o tema a ser tratado, tem alguma exigência na hora de se montar a pauta?


Os temas são sugeridos por todos os integrantes, gostamos de sempre escutar todo mundo na hora de decidir. Normalmente, gostamos de intercalar as nossas categorias para variar os temas de semana para semana. As exigências que temos na hora de escolher um assunto de podcast são ter alguém responsável por fazer a pauta, equipe para gravar, mesmo que parte sejam convidados, e alguém para fazer a edição.



4- Existe algum planejamento de divisão do conteúdo abordado pelo podcasts?


Somos bem metódicos com relação ao nosso planejamento. Fazemos reuniões de pauta, onde decidimos os temas para as próximas semanas e até para meses à frente. Gostamos de escolher assuntos atuais e intercalar com assuntos mais clássicos e um pouco de humor no meio de tudo isso.


20150626_013300



5- Se sim, existe alguma exigência de se falar de um determinado assunto, ou seja, se a cada 10 episódios, se fala de anime ou a cada 5 se fala de vídeo game?


Como viemos de um site cujo tema era cultura japonesa e muitos ouvintes gostavam da gente por causa disso, fazíamos questão de inserir algo relacionado a isso a cada três episódios. Hoje, flexibilizamos um pouco e não seguramos mais temas fixos para a semana. Nós apenas gostamos de não repetir as categorias em sequencia para não cansar o público. Foram poucas as vezes que tivemos que repetir, mas foi à contragosto (risos).



6- Como o podcast se renova para que o público continue baixando o conteúdo.


Nossas ações costumam focar em assuntos do momento. Como dissemos, intercalando assuntos atuais com coisas mais nostálgicas. Além disso, gostamos de fazer o público tentar adivinhar o assunto que vamos falar, então soltamos dicas do próximo episódio, fazemos brincadeiras em dias de gravação com o os ouvintes e tentamos manter contato com todo mundo que acompanha a gente. Tentamos também dar um certo "timing" aos programas, usando datas especiais como estreias de filmes, aniversários de personalidades, etc. Gostamos de focar na experiência, não apenas na análise fria das coisas, mas na experiência que tivemos usufruindo daquele que é o tema, seja ele um filme, um jogo, um anime ou qualquer outra coisa.



7- Vocês gostam quando alguém se espelha no Projeto X e fazem um conteúdo bem parecido?


Isso é incrível! Não só quando vemos alguém que se espelha na gente, mas também quando somos convidados para participar de outros podcasts. Quando nos chamam, sabemos que é porque nos conhecem e acham que a gente tem algo à acrescentar nos episódios dele. Como é possível não gostar disso?



8- É grande a diferença do número de downloads para o feedback do podcast? Se faz alguma coisa para se ter a inteiração do público com o podcast?


Infelizmente, isso é algo com que temos que conviver. Recebemos menos feedback do que gostaríamos, mas isso não é um problema, pois o feedback que recebemos é sempre muito bom. Gostamos de incitar discussões e fazer a galera pensar e quando eles colocam isso em e-mails e comentários, nos sentimos importantes, é muito legal! Também vale a pena deixar claro que nem todo o feedback que recebemos é mensurável, porque tem a interação do nosso grupo no facebook, mensagens que recebemos em redes pessoais. A gente costuma sempre compartilhar internamente tudo o que recebemos. A brincadeira com as dicas acabou se tornando um grande medidor disso, pois muita gente tenta acertar, tanto para se divertir, quanto para ganhar o prêmio no final do ano (risos).


20150626_013427



9- Como é escolhido quem participará da gravação da semana? Existe algum participante fixo que sem ele, não se grava o programa?


Quando começamos o Projeto X, decidimos que uma de nossas diretrizes seria não ter um participante fixo toda semana, queríamos ser completamente variáveis. É claro que algumas categorias exigem pessoas específicas da equipe porque elas são especialistas no assunto, mas a escolha de participantes é sempre aberta. Esses trabalhos mais específicos costumam ser planejados com mais antecedência. Quem manjar do tema e quiser participar é sempre bem vindo, limitando o número de participantes semanais, que não costuma ser maior que cinco.



10- O que faz com que o projeto continue? Estão tentando monetizar ou é apenas um passatempo para vocês?


A maior vantagem do Projeto X é que não temos um apresentador fixo e nem um editor fixo, o que faz com que o trabalho seja tranquilo para todo mundo da equipe. Conseguimos manter o podcast em pé justamente por isso, já que é possível manter nossas vidas pessoais e digitais sem perdas. Como dissemos, o podcast foi criado para ser uma plataforma onde pudéssemos falar e dar opiniões e assim o mantemos até hoje. O importante para nós é fazer algo que nos divirta, que nos faça ser transmitir nossas experiências e aprendermos alguma coisa com isso, pois estamos sempre aprendendo algo novo para usar no podcast e usando o que aprendemos em projetos pessoais. O dinheiro a gente deixa para o segundo plano.



Muito bem amigos, nos do Nerdópole Agradecemos a participação de vocês e nossa campanha para conhecer e divulgar o Podcast, alguma mensagem final?


Gostaríamos de agradecer a oportunidade de falar um pouco sobre como é o Projeto X Podcast. Também aproveitar para dizer que o trabalho, por mais difícil que seja, é recompensado quando recebemos uma opinião, uma história de vida ou um pedido como esse. Por isso, muito obrigado! Adoramos fazer essa entrevista!



Equipe Projeto X Podcast:





Mugi, Fer, Panda, Kiba, Rodz, Seiji, Cabeça, Drih,Jin, Rafael Fair,  Tenshi e Mano FC