WHAT'S NEW?
Loading...

Podcast Post 031: Perfil Podcrastinadores

Amigos ouvintes de Podcasts, o Podcasts Post começa hoje um nova empreitada: a de conhecer mais e melhor os sites e programas que tanto gostamos, que levamos em nossas viagens e ouvimos antes de dormir, Uma Série de entrevistas com host e criadores dos mais diversos podcasts para você se apaixonar e como eu já disse conhecer melhor seus programas favoritos com vocês:



O Podcast Podcrastinadores


Olá Gustavo. Primeiro explique o nome Podcrastinadores. Foi uma grande ideia que brilhou ou foi escolhido em grupo em um brainstorm?


Olá, pessoal! É um prazer participar do Nerdópole, obrigado pelo convite.


Respondendo a pergunta, em uma lista de conhecidos eu chamei os amigos que falavam sobre filmes e séries com mais propriedade, e expliquei que gostaria de fazer o piloto de um podcast para aprender a mexer nos softwares de edição de áudio. A idéia foi muito bem recebida e as idéias de nome começaram a surgir. Um membro que foi convidado a participar mas não pôde, sugeriu a brincadeira de mesclar o verbo Procrastinar (que todos fazemos) com Podcast (que todos ouvimos). Eu então ajustei para Podcrastinadores, e foi amor à primeira vista, digo, ouvida. :)


A vantagem do nome é que, embora seja algo difícil de falar, ele marca por onde passa. Do tipo “Ahh, já ouvi esse nome doido antes”.


11401469_10153993991153957_4543538080955110309_n
Vocês estão no portal Abacaxi Voador. Qual a vantagem para o Podcast nesta parceria?


Ficamos muito felizes quando recebemos o convite do portal. Desde o início eles deixaram claro a intenção de unir forças para crescer juntos. O Abacaxi, além de ser uma fonte valiosa de conteúdo para o mesmo público que o podcast, ainda cuida também da parte técnica, nos deixando totalmente despreocupados para continuar a criar conteúdo. Além disso, como é um local integrador de pessoas com o mesmo interesse, virou uma fonte valiosa de identificação de convidados que possam agregar o tema da vez do podcast.


Do nosso lado, abraçamos o Abacaxi como nossa casa, abrindo inclusive mão de termos um domínio próprio ativo, e somos hoje um dos principais conteúdos do site.


Qual o principal tema abordado?

Quando se cria um projeto de um podcast, você precisa fazer sobre algo que domine e goste. Se você escolher um tema por outra razão, como por exemplo, porque ninguém ainda explorou este ou aquele nicho, precisará ter uma disciplina muito grande em se informar bastante sobre o tema para que o podcast não se torne algo pobre de se ouvir.


Nosso grupo é feito por pessoas experientes que amam cinema e séries de TV, até mesmo com experiência real na produção da sétima arte.


Quem grava o Podcrastinadores?


Nosso grupo é muito bem equilibrado. Todos entendemos muito bem do universo das séries e dos filmes.  Mas os participantes têm suas peculiaridades:


Eu sou o host, e faço o papel do não-especialista. Aquele que faz as perguntas para que os outros participantes desenvolvam. Este é um papel importante de se estabelecer logo no início, porque se só tiver expert na conversa, o papo cai facilmente para o técnico, se tornando desinteressante para as pessoas com menos conhecimento no assunto.


O Helvecio Parente – o Helvis – é o nosso Rubens Ewald Filho. Ele tem um conhecimento de cinema profundo, a ponto de saber nomes de roteiristas, ano de premiação de Oscar, etc.


O Tibério Velasquez é o nosso homem dos trocadilhos e das piadas. Embora todos sejamos muito bem humorados, ele acaba sendo o alívio cômico mesmo quando o assunto está mais sério.


E por fim o Rodrigo Montaleão, que é o participante mais emocional, que coloca o gosto e a emoção acima da técnica e do roteiro.  E é a nossa voz sexy, segundo nosso publico feminino. :)


Conseguimos com essa equipe um bom equilíbrio entre todos os assuntos que abordamos.


11406719_10153993991148957_7826934365194239047_n 



Qual a principal influência de vocês?


Falando por mim, a grande influência que tive foi o RapaduraCast, que mostrou que se pode falar sobre cinema sem nenhum auxílio visual, e ainda fazer um ótimo trabalho. É muito fácil fazer um canal no Youtube e falar sobre um filme, mostrando as cenas mais impactantes, comparando filmes diversos, etc. Já passar corretamente para o público a sensação da imagem sem ter essa imagem é que é o desafio.


Você considera o grupo principal que costuma gravar fácil de editar? Em média, quanto tempo leva a edição do podcast?

Nosso grupo já está bem entrosado, e sabe analisar e compensar quando o papo não está indo para um caminho produtivo. Mas é claro que os convidados muitas vezes têm seus próprios timmings, alguns não tem experiência de podcast, entre outras dificuldades. Isso era um problema muito mais difícil de resolver quando gravávamos em dois canais. Agora que cada um tem seu canal próprio, ficou bem mais fácil (embora este seja um processo muito suscetível a problemas). Posso “apagar” alguém que não esteja falando algo correto, ou principalmente, acabar com as embolações de todo mundo pedindo a palavra.


Claro que isso aumenta muito a complexidade da edição. Normalmente levo duas semanas com duas a três horas por dia (às vezes mais), incluindo a criação da arte.


Até o momento qual o cast que vocês mais gostaram de fazer, o que teve melhor retorno do público?

Gostamos de fazer experimentações, mas a aceitação do público é sempre uma icógnita.  Um dos que eu mais gostei de fazer foi o da saga Rocky Balboa, mas teve muito menos audiência do que eu esperava. Já um que eu estava receoso de fazer, que foi o de Filmes Musicais, tivemos recorde absoluto de engajamento no Facebook, com cinco vezes mais de likes, compartilhamentos e comentários que geralmente temos, entrando muito bem na nossa lista de top 10 episódios mais baixados de todos os tempos.


O nosso recorde absoluto é o de Sessão da Tarde. Até hoje recebemos mensagens pedindo continuações. E realmente, ficou ótimo, é um dos meus preferidos.  O segundo lugar foi o nosso especial sobre os 75 anos do Batman, onde abordamos o histórico do personagem e sua trajetória por todas as mídias. Foi o nosso podcast que mais trouxe assinantes novos para nós.  E em terceiro, um super episódio de 2014 em duas partes sobre desenhos animados, com as presenças especialíssimas do Fernando Caruso e Carlos Cardoso. E, segundo os ouvintes, um dos mais engraçados de todos os tempos. :)


Links dos programas citados:



Podcrastinadores.S02E17 – Sessão da Tarde – Comédia nos Anos 80


Podcrastinadores.S02E16 – Batman 75 Anos


Podcrastinadores.S02E21 – Desenhos animados clássicos, parte 1


Podcrastinadores.S02E27 – Desenhos Animados Clássicos, parte 2


Podcrastinadores.S02E25 – A Saga Rocky Balboa


Podcrastinadores.S03E09 – Filmes Musicais


 
Como fazem a divulgação dos seus trabalhos? Como mantém o interesse das pessoas para voltarem ao site?


É necessário fazer um trabalho de semeagem. Por exemplo, quando falamos de Game of Thrones, divulgamos o episódio na comunidade oficial do tema. Em Jogos Vorazes idem, e assim por diante. Temos também a divulgação espontânea dos ouvintes, e ainda os posts pagos do Facebook, mas este a gente não está mais fazendo por enquanto. Mas não deixa de ser uma ferramenta eficaz se bem configurada.


Vocês já atingiram todas as metas estabelecidas para o podcast?

Não, esta só estará completa quando tivermos um patrocinador fixo. :)


Em algum momento o Podcrastinadores teve sua existência ameaçada? Se sim como resolveram o problema?

Algumas dificuldades ocorrem com o passar do tempo.  Filhos que chegam, e que precisam de muito mais tempo de dedicação do pai, esposa que cansa de não ter atenção em tempo integral, trabalho que fica mais complexo e que toma mais tempo, etc. Mas optamos em fazer rodízio entre nós quando alguém não puder participar. Quando a coisa é avisada com antecedência, conseguimos nos programar para resolver. O dificil é quando é em cima da hora. Raramente uma boa solução sai de algo que force fugir do planejamento.


Qual o Seu Podcast favorito?


O que eu mais gosto de ouvir, hoje, é o BrainCast, do Carlos Merigo, e dos articulistas da CBN, que me suprem com as informações mais relevantes do dia anterior que eu não tive tempo de correr atrás. Mas logo atrás na lista de preferência tem vários muito bons e já conhecidos da podosfera, e que eu engrosso o côro de elogios.


11391125_10153994066703957_3541313454773980021_n
Se alguém te pedir para convencê-lo a ouvir o Podcrastinadores o que você diria?


Geralmente eu envio o link da lista de episódios (http://bit.ly/1t43Itx) e sugiro ouvir um como teste. Qualquer um. Tirando a nossa primeira temporada, onde estavamos aprendendo, só colocamos no ar aqueles episódios que passaram pelo nosso crivo de qualidade, e que nós nos orgulhamos muito de ter feito.


Qual o diferencial do Podcrastinadores?


Em primeiro lugar, conteúdo. A gente se prepara muito antes de todos os programas, e levamos bastante informação interessante para compartilhar na hora da gravação, além do conhecimento que nós mesmos já temos. E somos uma galera mais velha que a média da podosfera, nós temos entre 38 e 43 anos. Ou seja, temos muita bagagem nas costas, e muita vontade de conversar sobre o assunto.


Além disso, podcast falando sobre filmes tem aos montes por aí. O que fazemos é envelopar uma série deles de forma a trazer um comparativo de uma forma mais orgânica. Por exemplo, quando saiu Jogos Vorazes no cinema, juntamos esse filme com O Sobrevivente, Gamer, O Cubo, Jogos Mortais, Battle Royale, entre outros e fizemos um episódio sobre “Jogos de Sobrevivência”. Na estréia de Elysium, juntamos Distrito 9, Equilibrium, 1984, entre outros e falamos de “Sociedades Distópicas”. No lançamento de Birdman, fizemos um só sobre “Planos Sequência”, e incluímos Filhos da Esperança, The Raid, A Marca da Maldade, entre outros. É uma forma de não falar apenas de um filme, mas de um segmento, e ter um comparativo de valor.


Outro diferencial é que nós produzimos também podcast em formato enhanced, da Apple. Ou seja, quem nos ouve por algum dispositivo que rode iOS, e assina a nossa versão Plus, terá um arquivo de audio com melhorias, que o podcast em mp3 não tem, como por exemplo imagens que mudam conforme  o decorrer do programa. Este recurso, particularmente, é ótimo para mostrar quais personagens, atores ou cenas estamos falando, caso o ouvinte não se lembre ou não conheça os nomes.


Outra vantagem é de dividir por capítulos. Assim, se o ouvinte não quiser ouvir os emails, ele pode em um único clique passar para o próximo bloco. Se chegamos a um momento onde falaremos de spoilers, um clique adianta toda essa parte instantaneamente.


A grande maioria dos programas que reproduzem podcasts não tem suporte à arquivos m4a, que são esses audios enhanced. Mas se fizer uma busca na Apple Store, é fácil achar quem consiga reproduzir direito. O resultado vale à pena.


Obrigado a todos pelo espaço, e convido todos a ouvirem um episódio nosso. Procure no seu programa de podcasts do seu dispositivo preferido, ou nos encontre lá no podcrastinadores


Um forte abraço de todo o time dos Podcrastinadores



Gustavo Guimarães