segunda-feira, 11 de maio de 2015

Ame ou Deixe-o: 5 razões para ver e 5 para não ver: Quero Matar Meu Chefe 2

Filme: Quero Matar Meu Chefe 2 (Horrible Bosses 2) 2014


Diretor:
Sean Anders (Sex Drive: Rumo ao Sexo)


Astros:
Jason Bateman (Hancock)
Jason Sudeikis (Família do Bagulho)
Charlie Day (Círculo de Fogo)






Após o trauma vivido no filme anterior, os amigos Nick (Jason Bateman), Dale (Charlie Day) e Kurt (Jason Sudeikis) resolvem abrir seu próprio negócio, de forma que eles mesmos sejam seus chefes. O problema é que, quando a companhia começa a deslanchar, eles sofrem um golpe do investidor (Christoph Waltz) que bancou o negócio. Sem ter como recorrer através dos meios legais, o trio decide partir para um ato desesperado: sequestrar o filho do investidor (Chris Pine) e, com o dinheiro do resgate, pagar a dívida contraída e manter a empresa.


5 razões para ver:


1- O filme mesmo sendo continuação, não repete o filme anterior, o que já é muito positivo.
2- O trio principal é muito engraçado, conseguem manter o mesmo tom do primeiro longa.
3- A participação especial de alguns dos personagens que estavam na outra fita aparecem nesta produção e estão bem engraçados.
4- Realmente não dá para prever como o roteiro dará um fim na trama, pode  não ser o melhor final de filme que existe, mas é bem interessante.
5- As cenas com erros de gravação são hilárias, e eles a usam de uma maneira muito divertida nos créditos finais.



Quero Matar Meu Chefe 2


5 razões para não ver:


1- Os personagens são tão vergonha alheia, que quem sofre de aflição com isso, deve se manter longe deste longa.
2- O filme tem seus altos e baixos, não é em toda cena que faz o público rir.
3- Existem cenas que embora engraçadas, são são manjadas para quem curte um filme de comédia como este.
4- Podia ter mais cenas com a Jenifer Aniston, triste para quem gosta de ver lindas atrizes em cena.
5- O final ficou meio corrido, após encerrar o problema que move o longa, deveria acabar de uma maneira diferente, decepciona um pouco.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário