domingo, 27 de outubro de 2013

ON-Sleep, Use o Facebook enquanto Dorme.

facebook-on-sleep

Pesquisadoras do centro cientifico Norte-Americano, CCNA, desenvolveram recentemente uma ferramenta que vai mudar o modo das pessoas interagirem nas redes sociais.
Ainda em fase de teste, a ferramenta que este sendo chamada de ON-Sleep permitira os usuários navegarem pelas redes sociais mesmo dormindo, isso mesmo você poderá usar o facebook, instagram e outras redes que disponibilizarem a ferramenta.



 

crebro001
E porque somente As redes Sociais?
O cientista Doutor Nikola T. Chefe do grupo que vem desenvolvendo a ferramenta informou que os sites tem que permitir o acesso a ela, e será impossível em curto prazo que toda a internet se adapte ao ON-Sleep, mas nada impede que em um futuro, Mais ou menos uns 15 a 20 anos a ferramenta possa ser usada para navegar em outros sites.

braço001
E porque durante o sono?
A ferramenta foi criada enquanto os pesquisadores tentavam melhorar o sistema de controle cerebral a braços e pernas mecânicos, em pessoas deficientes com braços robóticos, em testes durante o sono notou-se que vários das pessoas monitoradas conseguiam dormindo manter um controle sobre as partes mecânicas de seus corpos.
Mas do que adiantaria poder usar pernas e braços implantados durante o sono?(posto que os resultados alcançados só fossem perfeitos no estado REM do sono)

cerebro002
Então O Doutor Nicola passou a testar o software no controle de paginas da internet, porem a pagina tinha que possuir o mesmo receptor que os braços e pernas para poder mover o cursor entre os tópicos do site.

Criaram um site teste e depois de vários sucessos, O Facebook permitiu testes que foram um sucesso.
A equipe acredita que em pouco tempo você já ponderar usar seu Facebook durante o sono, apenas com um dispositivo móvel próprio para esta função e ponderar deixar os dias livres sem modificar ou danificar seu estado de sono reparador que é quando descansamos do dia corrido e guardamos as informações que aprendemos.

noticia-falsa

 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário